CONFERÊNCIA GERAL ESPECIAL Em relação à Comissão de Revisão de Avaliação Reportar Recomendações

As igrejas da comunidade metropolitana (ICM) Conselho Diretor chamou umConferência Geral Especial em 20 de agosto de 2018 a ser realizada praticamente a partir das 8 horas EDT / 12: 00 GMT. O propósito da Conferência Geral Especial é que a Conferência Geral da FUICM vote sobre as recomendações contidas no Relatório da Comissão de Revisão de Avaliação.

FUNDO
(Trecho do Relatório da Comissão de Avaliação)

No final de 2015, o Conselho de Administração começou a discutir a necessidade de revisar o processo de avaliação e, potencialmente, o próprio sistema. Na Conferência Geral em Victoria, Canadá, foi proposto e aceito que uma comissão internacional fosse criada para trabalhar de forma colaborativa entre os grupos constituintes da denominação, para investigar e considerar sistemas alternativos que poderiam ser mais fáceis de gerenciar e, portanto, mais sustentáveis.

O sistema de avaliações sofreu algumas revisões ao longo dos anos, mas é amplamente baseado em um conceito de dízimo. Deduções foram introduzidas para encorajar as igrejas a se desenvolver de certas maneiras ou participar de certas atividades.

A compreensão do sistema como um dízimo não é universal, e esforços foram feitos por sucessivos conselhos de administração para ajustar essa compreensão. No entanto, permanece uma proporção significativa das igrejas cuja compreensão permanece a de um dízimo.

O percentual pago se ajustou ao longo dos anos; no entanto, a taxa ainda não atingiu a meta prometida de 10%. As razões para isso são muitas, mas principalmente elas se relacionam com os desafios econômicos enfrentados pela denominação como as finanças da igreja sofreram desde o final dos anos 2000.

A PROPOSTA

A Associação Geral deverá, de acordo com o Artigo IX, Seção B do Estatuto, concordar que cada igreja emergente e igreja afiliada deverá relatar todos os recibos da igreja a cada mês para a FUICM e com esse relatório deverá enviar uma porcentagem dos fundos relatados na seguinte taxa: (Selecione uma opção.)

A.   Proposta 1: Avaliação de 10% com deduções restantes, a partir de 1º de janeiro de 2019

B.   Proposta 2: Avaliação de 8% sem deduções, a partir de 1 de janeiro de 2019

C.   Continuar com o cronograma de avaliação adotado na Conferência Geral de 2013 em Chicago, no qual a taxa de avaliação permanece em 11,5% para os meses restantes de 2018 e reduz para 11% a partir de 1º de janeiro de 2019

D.   Abster-se


Uma votação de maioria de dois terços na Casa dos Clérigos e na Casa dos Leões é necessária para que uma proposta seja aprovada. Se a moção não ocorrer, a questão das cotas será adiada para a Conferência de Negócios da Conferência Geral XXVII em Orlando, Flórida, EUA, em 2019.


IMPACTO

Nem todas as igrejas dão na atual taxa de avaliação de 11,5%. A realidade das finanças da igreja local e o impacto financeiro geral denominacional das taxas variadas durante a última década levaram à formação da Comissão de Revisão de Avaliação. Depois de analisar o Relatório da Comissão de Avaliação e basear as estimativas nos relatórios de 2017, o Conselho de Administração prevê o seguinte:

Proposta 1: Avaliação de 10% com deduções restantes

O impacto financeiro para o orçamento denominacional relacionado à Proposta Um é uma perda de aproximadamente US $ 77.000 para as avaliações atuais recebidas.

Proposta Dois: Avaliação de 8% sem Deduções

Geralmente, as avaliações de 8% sem a opção de deduções podem fornecer reduções significativas para as igrejas que atualmente pagam à taxa de 11,5% ou perto delas e que têm uma redução mínima na renda titulável de acordo com as regras atuais. As poucas igrejas que têm quantidades muito significativas de deduções verão aumentos notáveis sob a opção de 8%. No geral, as avaliações da Proposta Dois subiriam para cerca de 10 igrejas, permaneceriam aproximadamente as mesmas para cerca de 10 igrejas e cairiam para a maioria das igrejas. O impacto financeiro geral para o orçamento denominacional relacionado à Proposta Dois é uma perda aproximada de US $ 113.000.

ELEGIBILIDADE DE VOTAÇÃO

O Conselho de Administração, em colaboração com o Conselho de Pensões, agitou as restrições de elegibilidade de voto relativas a pagamentos e relatórios para a FUICM e para o Conselho de Pensões. É nossa intenção conjunta garantir que todas as igrejas afiliadas, delegados leigos e clérigos sejam elegíveis para votar propostas de avaliação que afetam todas as igrejas nesta importante Conferência Geral Especial.

Registre-se para Votar

Todos os Clérigos e Delegados Leigos de Igrejas Afiliadas devem se registrar para votar para receber o link para votar.

As inscrições para votar na Conferência Geral Especial serão encerradas no domingo, 12 de agosto de 2018.

O VOTO SERÁ no dia 20 de agosto de 2018, a partir das 8 horas EST / 12: 00 GMT.
Voto Virtual via Survey Monkey
A votação será aberta por 48 horas: 20 a 21 de agosto de 2018.

DATAS IMPORTANTES
Webinars especiais do Fórum da Conferência Geral
Oferecido em inglês e alemão
Segunda-feira, 6 de agosto às 14:00 EDT, 18:00 UTC, 20:00 CEST (Alemanha)
Oferecido em espanhol e português
Quarta-feira, 8 de agosto às 17:00 BRT, 21:00 UTC, 18:00 BRT (Brasil)
Registre-se para Votar
20 de julho a 12 de agosto de 2018.
Todos os Clérigos elegíveis e Delegados Leigos das Igrejas Afiliadas devem se registrar para votar para receber o link para votar.
LINKS IMPORTANTES
Registro de Votação Combinada, Registro de Webinars:
Registro de seminário on-line do Fórum Virtual de membros não votantes: https://www.surveymonkey.com/r/AssessmentWebinarRegistration

REFERÊNCIAS AOS ESTATUTOS
Regulamento da FUICM (a partir de 5 de julho de 2016)
Avaliações (Artigo IX, B)
B.  RELATÓRIOS: Cada igreja emergente e igreja afiliada devem relatar todos os recibos da igreja a cada mês para a FUICM e, com esse relatório, devem remeter uma porcentagem dos fundos relatados, conforme determinado pela Conferência Geral.
Conferência Geral Especial (Artigo VIII Reuniões da Igreja, A. 5)
5.  CONFERÊNCIA GERAL ESPECIAL: Uma Conferência Geral especial da FUICM pode ser convocada pelo Conselho Diretor ou por uma petição submetida ao Conselho Diretor por 50% (cinquenta por cento) de todas as pessoas elegíveis para votar na Conferência Geral. O início desta petição pode ser de clérigos ou leigos. Uma Conferência Geral especial será regida pelas mesmas regras que as relativas à Conferência Geral, exceto quando o propósito da Conferência Geral especial for considerar a afirmação da designação de um Ancião. Quando o propósito de uma Conferência Geral especial é afirmar a nomeação de um Élder, o aviso do tempo, lugar e natureza da Conferência Geral especial deve ser dado por escrito a todos os membros da Casa de Leigos e da Casa do Clero pelo menos. trinta (30) dias antes da Conferência Geral especial.
a.   OBJETIVO: O propósito de uma Conferência Geral especial deve ser declarado na petição. A natureza e o propósito de uma Conferência Geral especial devem ser declarados nos avisos e escritos na agenda da Conferência Geral especial.
b.    AVISO: O aviso por escrito deve ser enviado a todos os clérigos credenciados e a todos os órgãos votantes da igreja pelo menos trinta (30) dias antes da Conferência Geral especial.